Medieval Legends 2013
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Southlands

Ir em baixo 
AutorMensagem
Administração do Jogo
Administrador
Administrador
avatar

Data de inscrição : 15/05/2013
Mensagens : 63

MensagemAssunto: Southlands   Sex Jul 12, 2013 9:20 pm

Parte das Terras do Sul

A capital é Orthanc, lar de Eddard Haraldsson.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://medievallegends.forumeiros.com
Earl Ragnar Lothbrok
Jarl Escandinavo (ErilaR)
Jarl Escandinavo (ErilaR)
avatar

Data de inscrição : 05/06/2013
Mensagens : 22

MensagemAssunto: Re: Southlands   Qua Jul 17, 2013 7:45 pm

A partir de Winterfell as coisas seguiram calmas, Harmond Burley os acompanhou até a estrada de Hveragerdi, onde lá em cerimônias nada formais, ele se despediu da esposa do Earl, sentiu-se aliviada pelo mesmo ter partido, não era má companhia, mas fedia a um odor azedo, chegaram a Selfoss antes do que imaginavam, lá reabasteceram alguns dos mantimentos, foram bem recebidos pelo chefe da cidade, um homem gordo e extremamente barbudo chamado Arnolf Karstark, embora sua cordialidade fosse amigável demais, seus modos eram péssimos, e Brynhildr ficou menos que o necessário no local, forçando seus companheiros para o mais sul possível, estava em parte ansiosa e em parte irritada, queria muito ver seu pai; Eddard Haraldson, mas odiava o fato de Ragnar ter fugido para suas conquistas de glória e a deixado na visita ao pai.

Quando passaram chegaram em Hella, foram bem recebidos, lá o Chefe era um homem austero e assombroso, seu nome era Galbart Glover, eram protetor de Bosque Profundo e Guardiões do Rio, mantinham a paz e eram abastados em fortunas, tudo graças a localização das suas terras. Quando haviam passado pela sua ponte, de certa forma, Brynhildr se sentia em casa. Embora não houvesse visto aquela região em muitos anos, a lembrava de maneira muito estranha a algo similar a um lar.

Estava com grande desejo de chegar logo a Orthanc, a companhia de Grímur Kamban era péssima, o homem era um bêbado degenerado, e a companhia da Montanha era tão fria quanto esperava, fora assustadora. Waymar Royce de certa forma, havia sido agradável em seus relatos sobre o sul, o mesmo havia lhe mostrado grandes mudanças quando chegaram ao último destino, Vila Gaivota. Era um lugar enorme, rico e extremamente alegre, conseguiram logo uma escolta apropriada para seu título de homens do chefe da vila, este servia diretamente ao pai de Brynhildr, não o conhecia infelizmente, se chamava Ulfang Mão-Vermelha, escolheu vinte homens e os ordenou para levarem a filha do Earl pelo caminho do espinhaço, uma trilha tortuosa de uma estrada de pedra natural, péssima para seguir sozinha, cercada por colinas altas, deveriam segui-la até o fim, até chegarem perto da montanha de Tindfjallajökull, onde o enorme e rico vale de Orthanc estaria localizado.

Ela era uma guerreira por natureza, havia aprendido a arte de ser escudeira, os caminhos da luta com a lança, matar com machados e clavas, e lutar com uma espada. Ragnar Lothbrok foi o único homem a quem havia admirado realmente, por seus métodos e sua forma descomunal de batalha, o Earl, seu pai, nunca havia permitido que fosse se casar por amor, ela havia se apaixonado quando muito nova por um fazendeiro, mas Eddard jamais aprovara. Havia forçado a mesma a se casar com Ragnar, logo após sua conquista sobre o Earl falecido; Duncan das Libélulas, uma das suas primeiras idéias em com quem casar sua filha, mas sua decisão se firmou logo após a morte de Matarys da Praça Torrhen, ele era um brutal inimigo, guerreiro voraz e temido por todos os outros Earls, mas Eddard Haraldson nunca pensou em trata-lo de forma diferente, mais parecia que Ragnar temeu Eddard do que o contrário, não pelo poderio do Earl, isso seu marido não temia, mas a pessoa fria que seu pai realmente era. Foi gentil com ela quando a conheceu, a trouxe presentes, peles de animais de suas caçadas, jóias e tesouros, nunca ergueu a voz para ela, sempre a tratou de maneira gentil e carinhosa, apesar da cordialidade, Brynhildr sabia que ele havia se apaixonado por ela, de inicio só recebeu desprezo e a frivolidade que um Haraldson sabia dar a alguém. Mas quando Ragnar Lothbrok arrancou o coração pulsante do Earl Tygett Taaral durante o jantar do seu casamento, após ele ter a ofendido na mesa, sua ideia sobre o homem havia mudado de desprezo para admiração. Ele havia ido a guerra e matado todos os nove filhos de Tygett em combate singular pela honra de sua esposa, e isso pareceu-lhe o bastante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cenário Vivo
Administrador
Administrador
avatar

Data de inscrição : 03/06/2013
Mensagens : 117

MensagemAssunto: Re: Southlands   Qui Jul 18, 2013 11:45 pm

Royce enquanto isso parecia estar admirando as paisagens familiares que compunham as Terras do Sul, para ele, aquilo tudo era tratado como apenas uma facilidade e não se opôs a nenhuma das decisões tomadas pela caravana quanto ao seguir pela trilha torta e natural com acesso ao vale de Orthanc ao seu final. Mas antes disso, teria admirado muito as paradas. Gostava da vila, das cidades, elas representavam uma parada essencial - mas NÃO os acompanhantes fétidos, não as pessoas que os receberam. Eles eram totalmente sem modos, provavelmente meros cidadãos diretamente ligados a Haraldson sem nada de esperanças futuras para suas vidas embora alguns governassem cidades. Pelo caminho até aquele ponto, Waymar viu-se numa encruzilhada pessoal. Daquela vez aparentemente eles não haviam confrontado contra Orcs, Ogros e Goblins. Tampouco haviam visto reportes e relatos sobre as criaturas, o que não parecia ser essencialmente estranho, mas comum. E ordinário, porque elas não eram vistas há séculos. Pelo menos, como andou pensando, a espada não precisou passar pelo cérebro das criaturas, ele não precisou manchar sua roupa branca com mais sangue negro daquelas coisas nem precisou sentir o cheiro ruim que emanavam após mortas.

Provavelmente Royce queria mas não queria ao mesmo tempo chegar até Orthanc, achava seu trabalho sob o mando de Haraldson muito pesado, mas não desrespeitaria o Earl. Isso era tido por crime fatal, custaria-lhe a vida. Então, precisava restaurar a confiança perdida após falhar numa missão. E trazer a filha de outro Earl ilesa aos seus territórios seria uma das portas de entrada para isso, pensou consigo mesmo. Waymar era competente. Nasceu para ser competente, embora fosse Humano e Humanos errassem naturalmente. Aqueles governantes porém quase nunca toleravam erros. Esta era a questão. Manchou ele sua roupa centenas de vezes apenas para cumprir as tarefas mais arriscadas a sua pessoa dadas. Suou a camisa. Parecia ser extremamente leal ao Earl, não pretendia traição em momento algum. Mas se tornava pensativo quanto ao que Haralsdon diria ao ver a própria filha chegando, sem maiores arranhões. Claro, ele provavelmente fingiria que Royce sequer existia. Ele era um Mensageiro. Empregado. Sem status nenhum.

E seu cavalo continuava a quase trotar por meio dos demais. Eram desfiladeiros, falhas no terreno, vários galhos caídos que precisavam ser pulados. Mantinha-se atento, sobretudo às proximidades consideradas perigosas do trajeto, qualquer coisa estaria aberto para se impor contra possíveis atacantes nem que se morresse. Sim, ele era um homem com ego elevado. Mas não o fazia apenas porque carregava pessoas da nobreza consigo, era uma espécie de instinto desenvolvido apenas para protegê-lo e proteger quaisquer pessoas à sua companhia, era algo natural. Pelo menos o tempo estava aberto e não chovia, não era frio aquela época do ano e não possuíam muitas nuvens espalhadas pelos céus. Havia a imensa possibilidade de que chegariam até Orthanc durante as mesmas condições, durante uma tarde relativamente aberta, seca e agradável.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Southlands   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Southlands
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Medieval Legends :: ESCANDINÁVIA :: ESCANDINÁVIA :: Islândia-
Ir para: